Domingo
21 de Julho de 2024 - 

Controle de Processos

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Endereço

Av. Francisco Pereira de Castro , 425 ,ADVOCACIA
Anhangabaú
CEP: 13208-110
Jundiaí / SP
+55 (11) 45230101+55 (11) 959518924

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,85 4,85
EURO 5,32 5,32

Previsão do tempo

Segunda-feira - Jundiaí...

Máx
33ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Jundiaí,...

Máx
32ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Jundiaí,...

Máx
33ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Jundiaí,...

Máx
33ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Colegas felicitam desembargador Alberto Marino Neto antes da aposentadoria

Quase quatro décadas dedicadas ao TJSP. Após quase 40 anos na Magistratura, o desembargador Alberto Marino Neto, integrante da 11ª Câmara de Direito Privado, foi homenageado em sessão que antecede sua aposentadoria. A solenidade telepresencial foi conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia, na presença de integrantes do Conselho Superior da Magistratura (CSM), desembargadores, amigos e servidores. Ao abrir a sessão, o presidente do TJSP destacou a dedicação do homenageado ao Judiciário paulista. “Agradeço os imprescindíveis trabalhos que prestou durante a carreira. Que seja muito feliz e aproveite os momentos junto aos familiares. Estaremos sempre de portas abertas para recebê-lo”, declarou. Em seguida, integrantes do CSM saudaram Marino Neto. “Grande magistrado, com experiência e querido por todos. Receba a nossa admiração”, expressou o vice-presidente da Corte, desembargador Artur Cesar Beretta da Silveira. O corregedor-geral da Justiça, desembargador Francisco Eduardo Loureiro, lembrou da época em que se conheceram, durante a faculdade. “Ao longo da carreira, mantivemos a amizade e admiração recíproca. Um amigo leal, que sempre tratou todos com generosidade”. “Uma pessoa carinhosa, dinâmica e atenta às necessidades dos colegas. Desejo muita sorte”, disse o presidente da Seção de Direito Privado, desembargador Heraldo de Oliveira Silva. O juiz auxiliar do Superior Tribunal de Justiça Gilberto Pinto dos Santos, que integrava a câmara presidida pelo homenageado, referiu-se a ele como “excelente colega e juiz, que sempre cumpriu suas obrigações e se importou com o outro”. O presidente da 12ª Câmara de Direito Privado, desembargador José Jacob Valente, desejou que o amigo tenha, “nessa nova fase, tantas alegrias como a Magistratura proporcionou até hoje”. Também fizeram uso da palavra os desembargadores Antonio Mário de Castro Figliolia e Sandra Maria Galhardo Esteves. Após, foi a vez dos integrantes da 11ª Câmara de Direito Privado. Com a missão de representar os desembargadores Gil Ernesto Gomes Coelho e Renato Rangel Desinano, que não puderam comparecer, o desembargador Marco Fábio Morsello expressou admiração pelo trabalho e pessoa de Marino Neto. “Tive o privilégio de construir algo raro: a amizade verdadeira. Vossa Excelência é um paradigma para as novas gerações”. E leu a mensagem enviada por Renato Rangel Desinano: “Deixa uma indelével marca de comprometimento, sobriedade e sabedoria. Nos inspira e será sempre lembrado por nós”. “Tenho profunda admiração por seu trabalho e espero que a despedida seja apenas no ambiente profissional”, falou o desembargador Walter Pinto da Fonseca Filho. “É uma lição de Direito, a Magistratura paulista perde um valoroso guerreiro”, testemunhou o procurador Roberto Fleury de Souza Bertagni, que atua junto à Câmara. Com emoção, o desembargador Alberto Marino Neto agradeceu as palavras carinhosas e lembrou de sua caminhada. “Com meus pais, aprendi a imprescindibilidade da humildade, da verdade e da integridade. Na faculdade, aprendi que ser justo é dar a cada um o que é seu”, afirmou. “Sempre fui um apaixonado pela Justiça e dediquei os meus melhores 40 anos ao TJSP. Obrigada, Magistratura paulista, por possibilitar a realização do meu sonho”, concluiu. Também participaram o desembargador Tasso Duarte de Melo; o juiz substituto em 2º grau José Wilson Gonçalves; magistrados, advogados e amigos. Trajetória - Alberto Marino Neto nasceu em São Paulo (SP), em 1954. Graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo, turma de 1980. Em 1985, foi nomeado juiz substituto da 21ª Circunscrição Judiciária, com sede em Registro. Judicou também em Osasco, São Bento do Sapucaí, Barueri e na Capital. Em 2006 foi removido ao cargo de juiz substituto em 2º grau e promovido a desembargador em 2012. imprensatj@tjsp.jus.br
20/06/2024 (00:00)
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  365011
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.